sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

0

Estamos armados?

Por Hagton;
Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (IICo.10.4-5, Vida)
Encontrei uma “tradução” na internet (www.biblegateway.com) bem interessante: “As armas do nosso combate não são humanas; são armas de Deus, poderosas para a destruição das fortalezas contra Deus. Estas armas podem derrubar os argumentos daqueles que se levantarem, com orgulho, contra o conhecimento de Deus. Estas armas espirituais são capazes de levar o entendimento à obediência voluntária a Cristo”.



Achei interessante as diferentes palavras usadas nas traduções: Milícias e Combate! Nitidamente ambas denotam lutas, embate, porém em condições diferente, que por fim, se somam, se complementam. Uma ressalta que há um grupo preparado “para” guerra, para a luta diária, a luta contra o mal que nos cerca, como um grupo Militar. Você sabia que se você está com Deus, você não está só nesta graqnde batalha da vida?

Já a outra palavra (combate), ressalta que a luta já está acontecendo! Percebe? Um grupo Militar, um exercito (em constante treinamento, sendo preparado pelo Pai) que já enfrenta Combates (no presente, não é algo simplesmente para o futuro)! No mínimo as duas palavras mostram que está rolando uma Guerra Espiritual, sabia?

Somos tão ligados a circunstâncias, que é difícil se lembrar que mesmo na aparente tranqüilidade, há uma terrível luta contra os principados e as potestades do ar. Lembra? “Nossa luta não é contra carne ou sangue...”.

Se lembrássemos disso, seguramente faríamos constante uso das armas que o apóstolo Paulo ressalta com tanto afinco. As nossas armas são a oração (que desenvolve uma intimidade com o Senhor dos exercitos), a Palavra de Deus (a Bíblia, que é como um espada) e a autoridade (vinda de Deus) para expulsar oposições demoníacas. Você usa esses instrumentos? Você é exercitado contanstantemente no Senhor?

O apóstolo reforça que essas armas têm poder para derrubar todas as artimanhas do Mal contra a sua vida. Deus é com você! O nome “sofisma” foi bem utilizado no versículo, pois nos mostra que as “artimanhas” são engenhosas o suficiente para enganar todo aquele que não está firmado na Rocha, que é Cristo Jesus.

Sabe o que significa estar firmado na Rocha? É partilhar de um relacionamento constante e diário com Deus. Não estou falando de ser bitolado, mas de alguém que procura saber qual é a vontade dEle em tudo e em todas as coisas. É desfrutar de um relacionamento perfeito. É assim que testemunharemos a nossa convicção, a certeza de que cremos que Deus é por todo aquele que verdadeiramente O ama. Tem insegurança, incerteza, medo, culpa, e outras coisas do gênero lhe atormentando? Busque o Senhor Jesus! Quem poderia intentar algo contra O Deus Onipotente? Pense nisto.

Boa S e x t a

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Todos os direitos reservados à Duanny Jorge. Tecnologia do Blogger.