terça-feira, 2 de março de 2010

1

AS PEDRADAS DA VIDA

Antes de ler este Artigo, por favor leia os capítulos 6 e 7 de Atos dos Apóstolos para você ter a visão holística do texto e compreender a essência do que eu quero lhe repassar. Caso você não tenha uma Bíblia ao seu lado neste momento, clique em cima do texto, você será redirecionado à Bíblia On Line. Leia é muito importante! No final do texto você encontrará a música "Quebrantado", que me inspirou a escrever este Artigo.
Novamente eu volto a publicar este artigo. As retaliações do inimigo acontecem... mas quando nos deparamos com as pedradas de pessoas próximas, a queima roupa (como disse minha amiga Dini Kelly) a situação se torna muito difícil...
Tenho a impressão que esses últimos meses da minha vida Deus tem me ensinado mais do que os 29 anos de idade até aqui vividos.Tenho aprendido que é no deserto das nossas vidas que Deus se dispõe a nos mostrar o quão Ele é poderoso para fazer infinitamente mais! Neste artigo, encaro a difícil questão: Porque pessoas tão próximas são capazes de nos apedrejar?
Tenho aprendido que uma pessoa ferida , enfermada em sua alma ou atribulada no seu dia-a-dia, por vezes tem a tendência de reagir ferindo outras pessoas e muitas vezes essas pessoas é um ente querido.
Toda pedrada tem sua intensidade de dor. Quando somos apedrejados por um estranho a dor não é tão profunda, mas a pedrada que vem de alguém que está muito próximo a nós, dói muito mais. É como se penetrasse no mais profundo da alma, dilacerando o nosso coração. Talvez você já sentiu esse tipo de dor... As pedras que batem mais de perto são mais doloridas. Aquelas pedradas que vem de um amigo de confiança, dos familiares, da esposa doem ainda mais.
Falando em pedradas, isso me faz lembrar de um homem que suportou essa dor literalmente: Estevão. E não por acaso as pedradas vieram de pessoas que ele menos esperava, o seu próprio povo (judeus) e não dos gentios.
Com Estevão aprendemos a enfrentar as pedradas...
Primeiramente deveremos ser cheio de . Acredito que no dia a dia não basta apenas ser uma pessoa otimista. Só o pensamento positivo de que algo que não está bom vai melhorar nem sempre será suficiente. Quando olhamos para nossos relacionamentos muitas vezes nos deparamos com situações que chegaram ao extremo, a um limite, no qual dizemos: não da mais, acabou, é o fim!. Lutar contra o pessimismo, contra uma depressão exige mais do que otimismo. É necessário fé. Fé naquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que pensamos. Fé em Jesus Cristo que é suficiente para nos conduzir a uma vida nova. A uma nova realidade. Isso é Evangelho. Viver uma vida nova através da fé em Jesus. Assim, pela fé lidamos com as pedradas que nos feriram e que atrapalham o caminho de uma vida feliz. 
Outra coisa que aprendemos com o testemunho de Estevão, é a sua vida cheia do ESPÍRITO SANTO. Isso significa que esse homem viveu sua vida tendo como Guia o Espírito de Deus. Se deixarmos Ele nos guiar teremos autoridade e poder para suportar as vicissitudes da vida (sem nos gloriarmos) e as pedradas que nos atingem e que as vezes nos levam ao fundo do poço.
Como se não bastasse as pedradas, Estevão foi conduzido a um tribunal. Sabia que seria acusado, mas quando olharam para ele viram seu rosto como se fosse um anjo. Isso porque esse homem, com os mesmos sentimentos e paixões que nós temos, soube reagir aos seus acusadores através de um coração perdoador. Isso é, com um coração amoroso capaz de perdoar. O PERDÃO é fundamental no lidar com as pedradas que levamos na vida, quer em relação às pessoas mais distantes ou próximas. Não importa se vem de um inimigo ou amigo, a dor da pedrada é curada com o perdão. Sem o perdão a dor só tende a ficar crônica. O perdão traz cura e restaura a alma.
Estevão só teve a maturidade de perdoar pois ele era um profundo conhecedor da PALAVRA DE DEUS. Quando lemos o capítulo 7 de Atos nós percebemos que além de conhecer e aplicar a Palavra ele tinha uma Visão Holística da história de Israel, pois teve a capacidade de resumir em poucas palavras à sua defesa. O verdadeiro cristão, só poderá dar testemunho da Verdade se ele conhecer e aplicar a Palavra de Deus. Hoje eu posso dizer que muito me alegro nas tribulações, pois sei que Deus irá me usar de qualquer forma, para glória e honra dEle, pois é no deserto que Deus nos usa, eu não tenho dúvida disso!.
Quando fores apedrejado e não saberes ao menos o porquê da pedrada, não olhe para a pedra (medo), pois só lhe trará mais dor e aumentará sua agonia; Não olhe para a ferida (autopiedade), pois lhe levará a uma profunda tristeza e quem sabe a uma depressão; Não olhe para quem atirou (ira), pois só lhe restará ódio e desejo de vingança. Se olhar desta maneira a dor só vai aumentar. Olhe para Jesus! Então o melhor que podemos fazer é olhar para o alto, pro céu, sim olhe pra Jesus Cristo. Ele é nosso exemplo de vitoria sobre a dor e o sofrimento.
E quando levares as pedradas da vida, e isso é inevitável, creia que Jesus estará ao seu lado. Estevão ao ser apedrejado, sabia que não estava sozinho enfrentando aquela crise. Sabia que o Espírito Santo lhe acompanhava. Que a manifestação da presença de Deus em sua vida era uma realidade.
Jesus está vivo! Creia! Jesus Vive e intercede pelos que lhe buscam. Jesus disse: “vinde a mim todos vocês que estão cansados... e eu vos aliviarei. Aprendei de mim..." Estevão sabia dessa verdade, então ele olhou para os céus abertos e viu Jesus Cristo a destra de Deus.
Estevão só foi capaz de aguentar as pedradas pois sua atitude foi de buscar no Senhor ajuda pra enfrentar aquele momento tão difícil, talvez o mais dramático da sua vida... 
Talvez você esteja sendo apedrejado por um motivo no qual não sabe qual é... mas deixa eu te falar uma coisa. Não importa o porque você está sendo apedrejado, importa saber Quem intercederá por você perante o Pai! Estevão sabia quem era seu Redentor, tinha conhecimento de que ao invovar ao Senhor seria respondido, e você?
Acredito que podemos tirar muitas outras lições com este homem de Deus, que foi o primeiro mártir cristão, para podermos viver uma vida melhor nesta terra, uma vida de paz. E, o segredo para se ter esta paz está em saber lidar com as pedradas e em não dar pedradas. Fé em Jesus Cristo, ser guiado pelo Espírito Santo, reagir com amor, aplicar a palavra de Deus, olhar para o alto e não para as circunstâncias, ver a glória de Deus manifestada, falar com Deus e agir com perdão. Aí está o caminho... E tudo isso se encontra na vida do Mestre, Jesus Cristo.


Com o coração quebrantado,
Duanny Jorge
As 18h02min. do dia 13 de Janeiro de 2010.




Vineyard Music Brasil - Quebrantado

Eu olho para cruz
E para cruz eu vou
Do seu sofrer participar
Da sua obra vou cantar

Meu salvador
Na cruz mostrou
O amor do pai
O justo Deus

Pela cruz, me chamou
Gentilmente me atraiu e eu
Sem palavras me aproximo
Quebrantado por seu amor

Imerecida vida
De graça recebi
Por sua cruz
Da morte me livrou

Trouxe-me a vida
Eu estava condenado
Mas agora pela cruz
Eu fui reconciliado

Impressionante é o seu amor
Me redimiu e me mostrou
O quanto é fiel

1 comentários:

Gostei muito da reflexão. Certa vez, preguei sobre o tema "Quando Deus usa as pedras", baseado na passagem de Atos 6 e 7. Tinha tudo a ver com a mensagem que você passou no teu texto. Pense o seguinte: embora Estêvão estivesse sendo apedrejado, Deus o estava honrando com a visão da Glória, ou seja, do lugar para onde ele iria posteriormente. Nenhuma pedra lançada, seja por quem for, pode tirar a honra de Deus da vida daqueles que Ele escolhe. Aleluia!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Todos os direitos reservados à Duanny Jorge. Tecnologia do Blogger.